Exercícios para prevenir dores nas costas

O ato de evitar ou mesmo combater dores de coluna, pede por muita movimentação e pouco descanso.

Postado em 19/05/2018.

A maior causa de estarmos incapacitados para os afazeres do dia a dia é a lombalgia. Esta situação se explica em grande parte por sua grande prevalência, onde oito em cada dez pessoas no mundo reclamam em algum momento de dores na coluna. A solução está em prevenir-se de um problema que é comum e limitante.

Exercícios para prevenir dores nas costas

Exercícios devem ser realizados frequentemente

Conforme as investigações realizadas em vários estudos, apenas a prática de exercícios se mostra capaz de diminuir de forma isolada o risco de desconfortos lombares. Se os medicamentos reduzissem a incidência de dores lombares na maioria das pessoas, haveria no mercado uma grande publicidade neste sentido.

Técnicas de imobilizar vértebras devem ser deixadas de lado

As atividades físicas são tão importantes que mostram a inutilidade das estratégias que imobilizam as vértebras, com o objetivo de impedir uma nova crise de dores na região. Se as deixar paradas fizesse bem, os coletes e cintas ofereceriam resultados positivos.

A mesma situação vale para condições de repouso, pessoas que possuem lombalgia não devem evitar outros episódios ficando sentado ou deitado em uma cama. Até mesmo durante a fase aguda de tratamento, a cama acaba sendo cada vez mais combatida para beneficiar a saúde.

Exercícios diversos devem ser realizados

Os exercícios devem ser realizados frequentemente para evitar problemas de dores nas costas, com isto as práticas que possuem um foco desde na tonificação de músculos profundos do abdômen que sustentam a base da espinha, como também os treinos core, até mesmo os alongamentos e o condicionamento aeróbico. Tudo é bem vindo, o interessante é que a pessoa escolha uma prática de atividade física que seja prazerosa de executar.

Realizar exercícios de forma contínua é muito importante, não dá para se manter um pique de longo prazo sem experienciar um mínimo de prazer. O poder dos exercícios está na dose de agito contra as lombalgias e começam por sua capacidade de nutrir diversas estruturas da espinha. Na movimentação da região, ocorre o aumento de profusão do sangue, eis que os discos separam uma vértebra de outra recebem elementos necessários para manter a sua firmeza.

Com a prática de exercícios, a musculatura que suporta a coluna também ganha com um abastecimento de sangue, e o estímulo para ficar forte. Esportes que exigem que ela seja ativada para estabilizar o tronco devem sempre ser realizados.

Os sinais de alerta

Em sua maioria, dores acima das nádegas vêm de pequenas lesões que não preocupam tanto, mas podem sim ser uma consequência de transtornos graves, como o câncer. Mas como saberemos se dores na lombar não indicam uma doença séria? Procure ficar atento se as dores são constantes, crescentes e não somem mesmo depois de semanas. Na dúvida, caso você sinta qualquer situação estranha desconfortável, é importante buscar pela ajuda de um médico de confiança.

A postura no dia a dia também pode fazer toda a diferença, por isso praticar um esporte qualquer com o corpo curvado, ou mesmo executar gestos de forma inadequada poderão promover um aperto nas costas.